DEUS cura a dor

13/06/2011 10:09

 

Heráclito, filósofo grego, contemplava o rio e via que tudo era rio...

Ele observou que não é possível entrar duas vezes, pois, segunda vez as águas serão outras: o primeiro rio não mais existirá...

Assim é a Vida, assim também o tempo, que flui sem parar.

É justamente neste mesmo tempo que passamos, perplexos, ante os dias que se vão resolutos.

O tempo esvai-se paulatinamente, registrando as alegrias e as dores de tanta gente!

O tempo é apenas um fio... Nesse fio vão fluindo todas as experiências de amor por que passamos.

Um abraço de amigo, um bocejo de alegria, um sorriso de contemplação.

Tudo é vida a embalar a gente, no sossego do tempo que se esplendora.

Mas o tempo passa... As estações sucedem-se... E, depois do inverno, a primavera volta...

Mas indagamos: Onde está Deus? Este é um dos sintomas mais inquietantes.

Quando estamos felizes, não sentimos nenhuma necessidade Dele... e nos voltamos para Ele com gratidão e louvor, envolvendo-O de braços abertos. Porém, quando estivermos em desespero, quando tudo parece ter sido em vão, o que encontraremos? Encontraremos o silêncio... Se a dor for muito grande, ela pode nos afastar de outras pessoas. Até de Deus!

Se isso acontecer, provavelmente nos sentiremos mais sozinhos e amedrontados. Mas a coisa mais importante que Deus nos concedeu para que o sofrimento nos faça crescer, em vez de nos derrotar, é a Sua presença. Quando estivermos em aflições, voltemo-nos para Ele e peçamos sua Força. Ele prometeu estar presente para nos sustentar em momentos de necessidade.

É assim que, por Ele, Deus nos cura a dor!

Escrito por Márcia Queiroz Silva  Bacelli

Fonte: Jornal da Mediunidade - abril/maio/junho