Sobre Nós

 

Fundado em 20 de agosto de 1919, com nome o nome inicial “Centro Espírita Jesus, Maria e José” e com o intuito de divulgar a doutrina espírita no então povoado conhecido como Guayó, que anos mais tarde teve o nome foi alterado para Suzano, o Centro Espírita Jesus Maria e José mantém até os dias atuais seu trabalho de ensinamentos, divulgação e caridade de acordo com os propostos de Allan Kardec.

 Anos mais tarde, o Centro Espírita teve o seu nome alterado para “Sociedade Espírita de Caridade, Jesus, Maria e José que permaneceu assim até a década de 90 quando então teve o seu nome definitivamente mudado para “Associação Espírita Allan Kardec”

O trabalho perseverante dessa casa de amor, tem sido grandemente positivo e próspero e talvez por esse motivo ultrapassamos os noventas anos de idade com as bênçãos de Jesus.

 

ASSOCIAÇÃO ESPÍRITA ALLAN KARDEC - UM BREVE HISTÓRICO DA CASA

 

A fundação da SOCIEDADE ESPIRITA JESUS, MARIA E JOSÉ, foi no dia 20/08/1919 onde foi realizada a primeira Reunião na residência do Sr. THOMÉ MARQUES FIGUEIRA, situada na Rua GENERAL FRANCISCO GLICÉRIO, nº 13 - Suzano -SP, mais ou menos onde hoje é o "Lojão do Brás".

Tomaram parte desta reunião: FRANCISCO LENZES MALTEZ; ANTONIO JOSE FERREIRA; ANTONIO JOSÉ DA COSTA e MANOEL JOSÉ FERREIRA.

Os trabalhos da casa eram compostos na seguinte ordem: Leitura e comentário sobre o Evangelho, sessão mediúnica e passes.

As dificuldades foram enormes, até que no dia 17/12/1919, portanto 04 meses após sua fundação, as portas se fecharam. O motivo alegado foi que a Sociedade não possuía sede própria.

Dez anos se passaram e, embora com as portas fechadas, aquele grupo persistente ao ideal continuou a se reunir no mesmo local uma vez por semana para estudo doutrinário. Aqueles dez anos foram providenciais para que a casa reabrisse com base sólida. "A casa edificada sobre a rocha".

Conforme Livro de Atas da época, aos Dezoito dias do mês de Novembro de 1929, ainda na residência do Sr. "Thomé Marques Figueira, realizou-se uma reunião com o objetivo de eleger a Diretoria Reorganizadora da Sociedade Espírita Jesus, Maria e José e tratar-se da construção de um prédio para sede própria da mesma Sociedade, em terreno doado pelo senhor THOMÉ MARQUES FIGUEIRA e sua esposa VICÊNCIA DE JESUS FIGUEIRA, terreno este situado ao lado do Posto Policial e com frente para a Igreja, na Rua Benjamim Constant.

Foram eleitos para esta diretoria: ANTONIO MARQUES FIGUEIRA - presidente; MANOEL MOREIRA DE AZEVEDO—vice-presidente; ALBANO JOSÉ PIRES – 1º secretário; MANOEL JOSÉ PEREIRA – 2º secretário; THOMÉ MARQUES FIGUEIREDO – 1º tesoureiro; JOSÉ PEREIRA – 2º tesoureiro; ÁLVARO AUGUSTO DE CARVALHO - zelador

A inauguração da sede própria aconteceu no dia 29/03/1930. Era um domingo de Páscoa e foram distribuídos entre os pobres, alimentos, remédios, calçados, cobertores e até dinheiro.

Fizeram parte desta diretoria: JOSÉ CORRÊA GONÇALVES; ANTÔNIO MARQUES FIGUEIRA; NANCI MARQUES FIGUEIRA; ANTÔNIO DA COSTA LEITE; TOMÉ MARQUES FIGUEIRA; MANOEL JOSÉ PEREIRA; MARIA ESTRELA DE CARVALHO; ALICE DOS REIS FREITAS; ANTONIA CUSMA GONÇALVES; MARIA MOREIRA PEREIRA e GERALDA DE OLIVEIRA.

Exatamente a partir desta data, iniciou suas tarefas na Sociedade, a querida irmã MARIA ESTRELA DE CARVALHO, que mais tarde, veio a ser eleita presidente da Sociedade por vários anos.

Foi dirigente dos trabalhos Mediúnicos, médium passista e de cura, tarefas que com muito amor e noção da grande responsabilidade assumida, exerceu até a data de seu desencarne, em 08/02/1963, no município de Suzano.

Dedicou com muito amor e compreensão, por trinta e quatro anos, em prol da doutrina codificada por Allan Kardec e em prol dos mais necessitados.

Em 1949, a querida Estrela passou a preparar e distribuir aos necessitados, e todos os sábados, a inesquecível "SOPA DOS POBRES". Esta mesma sopa, a querida irmã Estrela, distribuía aos detentos da cadeia local.

Anualmente a irmã Estrela realizava a "CAMPANHA DO COBERTOR", e distribuía aos mais necessitados.

Quase próximo ao seu desencarne, nossa Estrela, quase totalmente privada de suas vistas materiais, ainda saia à rua para pedir em favor dos seus queridos filhos, os necessitados.

MARIA ESTRELA DE CARVALHO, era de nacionalidade portuguesa, tendo nascido em 13/10/1891, na cidade de Figueira de Foz, em Portugal, e era casada com ALVARO AUGUSTO DE CARVALHO, também de nacionalidade portuguesa, e nascido na mesma cidade de Figueira de Foz, a 14/11/1887 e desencarnado no município de Suzano em 15/05/1996. (Dados fornecidos na época, por ANTONIO DA COSTA LEITE).

Em 31/03/1932 a "SOCIEDADE ESPÍRITA JESUS, MARIA E JOSÉ" foi filiada à "FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA".

Em 1970, os Estatutos da casa foram revisados e registrados de acordo com a lei, e foi denominada "SOCIEDADE ESPÍRITA DE CARIDADE JESUS, MARIA E JOSÉ".

Em meados da década de 90, o nome foi novamente modificado, passando a denominar-se "SOCIEDADE ESPÍRITA ALLAN KARDEC".

Em 2001, por determinação do novo Código Civil, foi novamente alterado para "ASSOCIAÇÃO ESPÍRITA ALLAN KARDEC". Essa lei foi de grande valia, protegendo todas as casas religiosas, de todas as crenças, de trabalhadores voluntários que recorriam à Justiça do Trabalho para processarem as instituições alegando direitos não pagos por serviços prestados, levando muitas instituições religiosas à falência.

 Conheça a Doutrina Espírita ou Espiritismo

O que é:

  • É o conjunto de princípios e leis, revelados pelos Espíritos Superiores, contidos nas obras de Allan Kardec que constituem a Codificação Espírita: O Livro dos Espíritos, O Livro dos Médiuns, O Evangelho segundo o Espiritismo, O Céu e o Inferno e A Gênese.

  • “O Espiritismo é uma ciência que trata da natureza, origem e destino dos Espíritos, bem como de suas relações com o mundo corporal.” Allan Kardec (O que é o Espiritismo – Preâmbulo)

  • “O Espiritismo realiza o que Jesus disse do Consolador prometido: conhecimento das coisas, fazendo que o homem saiba donde vem, para onde vai e por que está na Terra; atrai para os verdadeiros princípios da lei de Deus e consola pela fé e pela esperança.” Allan Kardec (O Evangelho segundo o Espiritismo – cap. VI – 4)

O que revela:

  • Revela conceitos novos e mais aprofundados a respeito de Deus, do Universo, dos Homens, dos Espíritos e das Leis que regem a vida. • Revela, ainda, o que somos, de onde viemos, para onde vamos, qual o objetivo da nossa existência e qual a razão da dor e do sofrimento.

Sua abrangência:

  • Trazendo conceitos novos sobre o homem e tudo o que o cerca, o Espiritismo toca em todas as áreas do conhecimento, das atividades e do comportamento humanos, abrindo uma nova era para a regeneração da Humanidade. • Pode e deve ser estudado, analisado e praticado em todos os aspectos fundamentais da vida, tais como: científico, filosófico, religioso, ético, moral, educacional, social.